LEIA MAIS

...

Instrumentos acessórios – Limpeza do espaço interdental (reeditando)

Em algumas situações pode-se fazer uso de instrumentos que apóiam o fio dental mantendo-o esticado o suficiente, para o melhor desempenho da técnica quando:

1 – o condicionamento motor não se apresenta devidamente equilibrado;

2 – o paciente não consegue realizar uma boa empunhadura para levar o fio dental aos espaços interdentais, como no caso de crianças;

3 – o usuário não pode desempenhar as técnicas devido a acidentes, que inutilizam temporariamente um de seus membros superiores;

4 – em doenças degenerativas que dificultam os movimentos;

5 – em pacientes com traumas irreversíveis ou com perdas de membros;

6 – em deficientes físicos ou mesmo mentais.

Figura 1 – Exemplos de “porta-fios”.

Figura 2 – Exemplo de “porta-fio”.

Instrumentos conhecidos como “porta-fios” (Figuras 1 e 2), além de servirem para a auto-limpeza, também podem auxiliar os profissionais de Odontologia, de Enfermagem, técnicos em higiene dental e mesmo os pais ou responsáveis, a praticar a higiene dental em outras pessoas.

É importante observar que, por manter o fio firmemente esticado, os “porta-fios” não oferecem a melhor adaptação de contorno sobre a superfície dental (Figura 3).

Figura 3 – Observar a adaptação de contorno do fio na superfície dental.

  • by drchaim
  • posted at 10:03
  • 28 de dezembro de 2013