LEIA MAIS

...

A Higiene da língua como um recurso para a manutenção do equilíbrio da microbiota bucal – 2

A higiene da língua tem demonstrado sua importância desde a mais remota antiguidade, estando inicialmente associada a aspectos religiosos.

Historicamente, a higiene da língua, apresentou-se associada a diversos cultos e filosofias religiosas, tais como, no Hinduismo, no Budismo, mesmo até no Islamismo, onde uma citação de Maomé afirma: “Vocês devem limpar suas bocas porque é um modo de louvar Deus” (Figura 2.1).

No Alcorão, como citou Hussein, o estágio final da limpeza bucal, deve envolver uma vigorosa higiene da língua.

 

Figura 2.1 – No Islamismo a higiene bucal é considerada um ato religioso.

Apesar da higiene da língua estar associada historicamente a filosofias religiosas, não se tem observado esta prática de saúde ser exercida com muita freqüência pela maioria dos indivíduos; talvez isso se deva a fatores culturais, ou mesmo até pela desinformação acerca de tal hábito.

Realizamos um experimento com 184 indivíduos com idades variando entre 11 e 69 anos e observamos que a maioria deles não limpava a língua.

Um dos motivos alegados para a não execução deste hábito foi a afirmação de que ninguém havia ensinado este procedimento ou falado de sua necessidade.

Dos indivíduos, que afirmaram realizar a limpeza da língua, a maioria utilizava a própria escova dental como instrumento de higiene, executando movimentos desordenados, não concernentes, com a técnica preconizada, que determina movimentos da região dorsal para frente, nas laterais e centro da língua; demonstrando assim, que há falta de orientação por parte dos profissionais de saúde, quanto aos movimentos mais adequados.

O hábito de limpar a língua ainda é pouco divulgado e ensinado.

Mesmo, entre os indivíduos que executam esta limpeza, há demonstrações de inabilidade para o ato, sendo importante então que os profissionais que pretendam desenvolver projetos ou divulgar a promoção da saúde bucal instruam e qualifiquem adequadamente os seus pacientes e a comunidade como um todo.

  • by drchaim
  • posted at 15:37
  • 20 de abril de 2012